Logística Reversa

A JBS apoia, no Brasil, programas nacionais para promoção da logística reversa de embalagens, de forma a reduzir o volume de resíduos destinados a aterros e aumentar a reciclagem no Brasil.

A Companhia tem o compromisso de recuperar pelo menos 22% do volume correspondente às embalagens que coloca no mercado.

Em atendimento à Lei 12.305, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos em 2014, a JBS integrou o Acordo Setorial de Embalagens e o Programa Prolata, e desde então tem demostrado desempenhos relevantes.

Destaca-se também a publicação do Manual de Reciclagem de Plásticos feito pela JBS, que compartilha o conhecimento acumulado sobre o tema e disponibiliza informações práticas acerca das operações de triagem e venda de materiais pelas cooperativas, com foco no aprimoramento da gestão do negócio.

PROGRAMA CIDADE+

A JBS apoia a atuação do Programa Cidade+, desenvolvido e gerenciado pela ONG Recicleiros, que assessora prefeituras na implementação da coleta seletiva efetivas ao mesmo tempo em que possibilita às empresas o cumprimento da Lei 12.305 Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), o que requer também investimento em cooperativas de catadores de materiais recicláveis por meio de treinamentos, infraestrutura e doação de equipamentos, entre outros. O programa se compromete a recuperar 22% do volume contratado em cinco anos.

PROGRAMA PROLATA

A JBS integra o Programa Prolata, uma iniciativa da Associação Brasileira de Embalagens de Aço (ABEAÇO), em atendimento à PNRS desde 2014.

O programa atua em três pilares:

  • Centros de recebimento/entreposto, com estrutura voltada para recebimento de grandes volumes;
  • Cooperativas de catadores de materiais recicláveis, responsáveis pelo trabalho de inclusão social;
  • Pontos de Entrega Voluntária (PEV), que fazem a interface com o consumidor final.

O programa se compromete a recuperar 28% das embalagens de aço colocadas no mercado. Segundo dados da ABEAÇO, o programa já reciclou mais de 54 mil toneladas de aço.

PROGRAMA EURECICLO

A Swift iniciou em 2020 um projeto de compensação ambiental de 100% de suas embalagens comercializadas, com o objetivo de neutralizar possíveis impactos de suas embalagens, indo além do estabelecido pela PNRS. Para isso, firmou parceria com a eureciclo, certificadora de logística reversa, resultando em mais de 3 mil toneladas de materiais retiradas do meio ambiente.

Todos os produtos com a marca Swift terão o selo eureciclo, que se destina às empresas que buscam comunicar sua preocupação e seus esforços em mitigar os impactos do seu negócio no meio ambiente.

ACORDO SETORIAL DE EMBALAGENS

Para o cumprimento do Acordo Setorial de Embalagens, a JBS adotou as seguintes medidas:

  • Associou-se, de 2015 a 2018, ao ILOG para apoio à implantação da Central de Valorização de Materiais Recicláveis (CVMR) em Maringá (PR). A CVMR de Maringá, juntamente com as outras centrais do programa, recolheu aproximadamente 9.500 toneladas de resíduo.

  • Apoiou a Associação Nacional de Catadores (ANCAT), que, de 2015 a 2017, foi responsável pela comercialização de cerca de 90 mil toneladas de recicláveis por meio de apoio às cooperativas de catadores.

  • Criou o Programa de Logística Reversa JBS: cooperativas nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul responderam pela venda de mais de 650 toneladas de materiais recicláveis até o ano de 2017. Entre as ações do Programa estão treinamentos de catadores de materiais recicláveis e investimento em estrutura e equipamentos para cooperativas e associações de catadores.

  • Apoio à Campanha “Separe. Não Pare”, iniciativa da Coalizão para Conscientização e Educação Ambiental sobre o descarte correto de resíduos recicláveis por meio das redes sociais e ações em São Paulo (SP). Para saber mais sobre as campanhas, clique aqui e acesse o site do Movimento "Separe. Não Pare".

  • A partir de 2018, passou a integrar o Programa Cidade+, que apoia a gestão da coleta seletiva e das cooperativas de catadores de municípios selecionados. Atualmente o programa atua nas seguintes praças:

 
 

Para saber mais sobre a atuação da Coalizão Embalagens desde sua criação, acesse aqui.