fundo parallax

Comunicação

TI e Tributos Corporativos comemoram sucesso do projeto que apura crédito fiscal

Mais de 10 mil horas de dedicação para entender o funcionamento e a complexidade de mais de uma centena de tipos de operações e como funcionaram ao longo do tempo. Esse foi o grande desafio do trabalho conduzido pelos Times de Tecnologia da Informação e de Tributos Corporativos, a fim de apoiar os diversos Negócios da JBS na apuração e compensação de créditos de ICMS (e-CredAc) no Estado de São Paulo.

Desde o início do projeto, em 2012, as áreas vêm construindo um sistema capaz de gerar números e informações que atendam de forma precisa aos diversos tipos de formulários exigidos pelo governo para a realização do processo.

“Fizemos um trabalho intenso para retroceder as etapas de cada tipo de produção, passando por detalhes como custos de etiquetas e embalagens, entre outros itens, até chegar na matéria-prima inicial. Além disso, acompanhamos constantemente alterações em regras para que os Negócios entreguem as informações em conformidade”, explica Adriano Toro, gerente de Tecnologia da Informação da JBS. “O Time JBS é capaz de coisas incríveis”, comemora.

O crédito acumulado pela JBS e JBS Confinamento pode ser usado para realizar pagamentos a fornecedores (como embalagens, energia elétrica, compra de caminhões etc), compensar impostos devidos na importação de mercadorias ou bem do exterior, liquidar débitos fiscais, entre outras possibilidades.

“O resultado obtido com o projeto e-CredAc, desenvolvido internamente, comprova que todas as áreas envolvidas possuem os Valores da JBS. Isso é motivo de muito orgulho”, ressalta o diretor de Tributos, Valdir Boni.

O que é ICMS?

O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) é um imposto que incide sobre a circulação de mercadorias e serviços em geral entre Municípios, Estados, de pessoas jurídicas para pessoas físicas, em todas as etapas da cadeia: da produção ao consumidor final.

O que é o e-CredAc?

O e-CredAc é o sistema eletrônico de apuração do crédito acumulado de ICMS, criado pela Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, que controla os processos desde o início da produção até a saída do produto, bem como propicia a utilização dos mesmos na forma da legislação vigente.