fundo parallax

Como é ser trainee na JBS?

Redação Conteúdo -

Redação Conteúdo 28 de outubro de 2020

Elizângela, ex-trainee e destaque da sua turma, compartilha suas experiências e conta como é participar de um programa de aceleração de carreira em uma das maiores indústrias de alimentos do mundo.

Desde a época da faculdade, a Elizângela Martins já viveu experiências – dentro e fora da sala de aula – que davam dicas da área na qual ela iria acabar trabalhando e se apaixonando: “Fiz alguns estágios internos, trabalhei com uma equipe muito boa em um centro que desenvolvia projetos na área de bioenergia, participei de um programa no qual fui tutora de cálculo por três anos e, no final da graduação, consegui um estágio em uma empresa do ramo de alimentos.”

“A partir daí, passei a ter uma visão mais madura do que realmente queria para a minha carreira, o que contribuiu muito para a minha escolha e ingresso no processo de trainee industrial da JBS.” conta Elizângela.

Esse caminho rendeu bons frutos: após um ano e dois meses na companhia, Elizângela hoje formada em Engenharia de Alimentos pela Universidade Federal de Viçosa, se tornou Supervisora de Projetos na JBS Natural Casing, na unidade Ituiutaba, em Minas Gerais. Em um cargo mais estratégico e voltado para inovação, seu compromisso está em propor melhorias e modernizações enquanto acompanha de perto a rotina da fábrica.

 

Conta um pouco sobre a experiência de ser trainee na JBS

É uma mistura de autonomia com um acompanhamento de perto. Isso porque tive uma gestora que me acompanhava e me dava muita confiança durante todo o processo. Ela também já tinha participado do Programa de Trainee em 2015 e reconhece o valor dessa experiência. 

Acho que mesmo com todo esse acompanhamento, os trainees precisam ter protagonismo e vontade de aprender, pois sempre precisam falar com pessoas de diferentes áreas. 

 

Como você sabia que estava no caminho certo?

Temos uma reunião de feedback a cada 15 dias para avaliação de desempenho e esse cuidado de perto que os gestores têm com os trainees é visto como investimento para garantir resultados.

 

O que mais te surpreendeu na JBS?

Uma surpresa foi descobrir a quantidade de marcas e produtos diferentes que a JBS produz.  Como a maioria das pessoas, eu não tinha a dimensão. Quando se ouve falar em JBS, logo associamos com a Friboi, e a empresa vai muito além disso.

 

Agora uma pausa para 2 curiosidades!


💡Curiosidade: Todos os trainees desenvolvem dois projetos ao longo do programa: um de padronização de processo, e outro de melhoria para a empresa. Os projetos são apresentados para os diretores e para o presidente de Novos Negócios.

Dá um frio na barriga? Com certeza! Mas, ao longo do programa, os trainees têm todo o suporte de “padrinhos” e recebem treinamentos tanto para desenvolver suas habilidades de liderança quanto para treinar seu olhar de negócio e apresentar projetos estruturados. 

💡Curiosidade : O projeto de padronização de processos que a Elizângela apresentou como primeira etapa do programa de trainee foi não só aplicado em sua unidade como também replicado para outras unidades da JBS.

 

Qual sua dica para quem quer ser trainee?

Se eu fosse dar uma dica, diria que o protagonismo é essencial. Ter alta energia, ir pra cima! A JBS é uma empresa que oferece muita abertura para a pessoa apresentar ideias e colocá-las em prática, é algo positivo, porque você consegue desenvolver projetos grandes e importantes para o desempenho da empresa. Os trainees têm acesso a todas as áreas, o que abre um mundo de possibilidades.

 

Dos valores da JBS, qual é aquele que você leva para a vida?

Me identifico muito com a atitude de dono por estar sempre buscando resultados por meio de ações de melhoria. Sou bem atenta às oportunidades. 

 

Quais mudanças você nota na Elizângela antes e depois do trainee? 

Durante o programa, eu desenvolvi muito a minha autoconfiança. É aquela coisa né? Às vezes passava pela cabeça que algo era muito difícil de conseguir – não temos a dimensão do quanto somos fortes. Sinto que o processo de trainee me colocou de frente a desafios diários, e isso me trouxe mais segurança em minhas tomadas de decisão.

Também sinto que a liderança foi algo que veio naturalmente com a experiência. Eu gosto bastante, me sinto bem em ensinar e envolver as pessoas em projetos. Ver o resultado final de desenvolvimento da equipe é algo muito gratificante.

faça parte