fundo parallax

Autoconhecimento no processo seletivo

Redação Conteúdo -

Redação Conteúdo 26 de fevereiro de 2021

O autoconhecimento pode ser uma vantagem competitiva para impressionar os recrutadores durante o processo seletivo. A sua história, objetivos e vivências podem te destacar dos demais candidatos.

Quando falamos de uma entrevista de emprego, sempre temos um receio em saber o que realmente é avaliado, afinal cada processo é específico, assim como cada candidato também é único.

E será que existe uma receita para um bom desempenho? Eu diria que a autoconfiança com um toque de autoconhecimento favorece seu desempenho durante a abordagem acerca da sua trajetória de vida e nas experiências acadêmicas e profissionais.

Quando é feita uma inscrição para uma oportunidade, já é criada uma expectativa, seja para uma nova atuação de um curso que concluiu ou pelo sonho de atuar em uma multinacional líder no segmento.

 

💡Tenha em mente quem você é e quais são os seus objetivos

Faça uma reflexão estruturada dos fatores motivacionais para a sua participação no processo seletivo, não esquecendo de avaliar os maiores desafios que encontrará (talvez por ter o conhecimento e não a habilidade).

A transparência durante a entrevista é uma das características mais atrativas na avaliação de um participante, não se deve ter receio em manifestar seus conhecimentos de maneira clara. É importante lembrar que a sua entrevista deve ser uma extensão do seu currículo, um complemento coerente de tudo o que vivenciou em um ambiente corporativo, ou que tem interesse em vivenciar.

 

💡Você e a empresa precisam estar em sintonia

Pesquisar sobre a empresa pode te ajudar a entender se o desafio é o que você realmente almeja para sua carreira profissional, isto é, se a cultura e os valores fazem sentido para os seus próprios valores (se nunca pensou nisso, já comece a pensar). Acima de qualquer remuneração, devemos pensar em como a empresa se posiciona no mercado, quais as ações beneficiam a sociedade e ao meio ambiente, entender esse cenário o favorecerá na sua apresentação.

 

💡Organização ainda é a chave para estar preparado

Pontualidade na entrevista sempre será olhada como o mínimo a se esperar, mas imprevistos acontecem e caso você atrase, faça o possível para avisar os responsáveis – deixe os contatos de comunicação em um lugar de fácil acesso.

“O que eu preciso levar em uma entrevista presencial?” Tenha sempre um material para anotação, nunca se esqueça da sua caneta (hoje item pessoal). Agora o currículo vai muito do perfil da empresa, pode causar boa impressão, mas não é item essencial – ainda mais se a inscrição foi em uma plataforma de gestão de vagas (como a Gupy, por exemplo).

 

Não acredito em regras, mas sim em atitudes que irão te diferenciar dos demais candidatos.

Sim, você não pode esquecer que participará de um processo com mais candidatos, e em muitas das vezes, o comportamento acaba sendo o fator de decisão para uma contratação. Mas lembre-se que se você já chegou em uma etapa de entrevista, o seu conhecimento acadêmico e técnico foram previamente avaliados.

E por último, se a vaga é o espelho das características que você busca, não hesite em fazer uma imersão na cultura da empresa, realizar os testes on-line (caso seja uma etapa), responder os questionários, se preparar para entrevista e encarar a oportunidade como sua. Nunca se esqueça que o autoconhecimento é visto como uma das competências que destaca o candidato dos demais participantes.

 

Texto por Fábio Santos – Analista de Recursos Humanos Pleno.

faça parte