JBS PROMOVE A PECUÁRIA SUSTENTÁVEL EM PARCERIA COM O GTPS

 

Evento em São Miguel do Guaporé (RO) reuniu pequenos produtores e técnicos da JBS para

treinamento voltado ao Guia de Indicadores da Pecuária Sustentável (GIPS)

 

Entre os dias 2 e 3 de outubro, a JBS e o Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS) reuniram técnicos da equipe de campo da Companhia, colaboradores da área de compra de bovinos e 30 produtores parceiros que fazem parte do Programa Selo Combustível Social¹ para um treinamento sobre o Guia de Indicadores da Pecuária Sustentável (GIPS).

 

A iniciativa traz como principal fundamento a ideia de que quanto melhor a gestão, mais eficiente é a produção, ajudando o pecuarista não apenas a produzir mais, mas a produzir melhor e de forma mais rentável. Os participantes trabalharam temas como desenvolvimento regional, sustentabilidade, orientação para melhoria contínua e funcionamento do GIPS.

 

Beatriz Domeniconi, coordenadora do GTPS, apresentou as boas práticas de manejo e a aplicação dos indicadores ao longo da cadeia de valor da pecuária bovina. Ela elogiou o Selo Combustível Social, programa do qual a JBS faz parte e que oferece assistência técnica sem custos a um grupo de aproximadamente 250 pequenos produtores fornecedores da unidade da Companhia em São Miguel do Guaporé (RO). “Eu já conhecia o Selo Combustível Social, mas não tinha tido a experiência de conversar com os técnicos de assistência de campo e tampouco com produtores participantes do programa. A JBS está de parabéns pela iniciativa”, disse.

 

Para Rodrigo Stechow, gerente Comercial da JBS responsável pelo Selo Combustível Social e idealizador da ação, uma boa gestão é fundamental para o andamento do negócio. “Esse conceito foi muito bem trabalhado junto aos produtores e o treinamento foi bastante proveitoso, promovendo a integração. Os participantes estão prontos para serem multiplicadores dos temas abordados durante o evento”, comentou.

 

¹ O Programa Selo Combustível Social, da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), está atrelada ao Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB). A adesão da JBS Biodiesel ao Programa Selo Combustível Social vem beneficiando, desde 2007, cerca de 5 mil pequenos produtores de grãos por meio da aquisição de sacas de soja. O Selo Combustível Social era oferecido exclusivamente para agricultores, como estímulo ao desenvolvimento e à geração de biodiesel a partir de fontes oleaginosas, como a soja. Como o sebo bovino, coproduto do processamento de carne, é a segunda fonte mais importante de matéria-prima de biodiesel no Brasil, a inclusão da cadeia da pecuária no PNPB em 2015, pôde gerar um estímulo muito maior à economia.