fundo parallax

Comunicação

Solidariedade: JBS entrega novo hospital modular em Ceilândia (DF)

Empreendimento é um dos legados permanentes do programa de responsabilidade social da empresa, “Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade”

No dia 13 de julho, a JBS, por meio do programa “Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade”, entregou o Hospital Modular de Ceilândia, em Brasília, para o governo do Distrito Federal. Com isso, a saúde da população brasiliense ganha 73 leitos clínicos para o atendimento de pacientes com o novo coronavírus e ainda um ativo permanente para a população após a pandemia. Ao todo, a obra custou pouco mais de R$ 10,3 milhões.

O hospital, que é acoplado ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC), foi construído em 33 dias.  Com um pavimento térreo de cerca de 1.015 metros quadrados de construção, contempla 54 módulos hospitalares refrigerados e uma rampa de ligação entre a unidade acoplada e o HRC.

“Esta é uma das entregas mais importantes do programa. A partir de agora, a população de Brasília pode contar este novo ativo para a saúde pública, que fica mesmo após a pandemia. É muito gratificante saber que conseguimos impactar a vida de brasileiros de todas as regiões, seja em ações imediatas quantos outras permanentes, no âmbito de saúde, ciência e social”, comenta Frank Faria, gerente industrial da JBS em Samambaia (DF).

Brasília é uma das mais de 200 cidades que serão beneficiadas pelo programa no Brasil. No Distrito Federal, a JBS vai doar R$ 11 milhões para o enfrentamento do coronavírus, beneficiando cerca de 3 milhões de pessoas.

 

Ambulâncias para o Amapá

Ainda dentro do programa “Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade”, a JBS entregou, no dia 17 de julho, 25 ambulâncias ao Governo do Estado do Amapá. Os veículos serão direcionados ao atendimento da saúde pública nos 16 municípios do estado. Com essas doações, a empresa está destinando mais de R$ 5 milhões em recursos ao Amapá para o enfrentamento ao novo coronavírus, e que também se tornam um legado ao estado.

“É um orgulho muito grande entregar essas ambulâncias no Amapá. Essa doação terá a capacidade de chegar a cada uma das cidades do estado, contribuindo para salvar vidas nesse momento de pandemia e também depois, quando tudo isso passar, apoiando no atendimento da população”, destaca Wesley Batista Filho, CEO da JBS Brasil e presidente da Seara.

Além disso, a JBS  iniciou a entrega de outras 84 ambulâncias – destinadas a 65 cidades em 13 estados, por meio de um investimento de R$ 16,2 milhões.