fundo parallax

Comunicação

JBS PROMOVE TREINAMENTO EM COMPLIANCE PARA PECUARISTAS E PRODUTORES INTEGRADOS

Companhia está orientando seus parceiros sobre as diretrizes do “Código de Conduta de Parceiros de Negócios” com o objetivo de promover a integridade nas relações de toda a cadeia produtiva

 

A JBS lançou um treinamento de capacitação para pecuaristas e produtores integrados no Brasil a respeito do seu Código de Conduta de Parceiros de Negócios. Instituído em 2018, o documento, que já conta com matérias como Meio Ambiente e Sustentabilidade, Conflitos de Interesses e Práticas Anticorrupção, foi recentemente atualizado para inclusão de temas relacionados aos Direitos Humanos e Bem-estar Animal.

De acordo com José Marcelo Proença, diretor global de Compliance da JBS, o código serve como guia para a condução de negócios para todos os parceiros da empresa. “Devemos atuar como como protagonistas para a formação de uma cadeia produtiva cada vez mais íntegra. O código consolida as práticas que já são historicamente determinadas pela empresa no relacionamento com seus fornecedores de gado, aves e suínos, como o cumprimento de todas as leis e os regulamentos ambientais aplicáveis, assim como o atendimento às melhores práticas e padrões do setor”, conta.

O treinamento para os pecuaristas é feito on-line por meio de vídeo e ficará disponível ao longo do próximo ano. Depois de concluída a transmissão do conteúdo, a página é automaticamente atualizada, disponibilizando um formulário pelo qual o pecuarista preenche com seus dados para ter acesso ao certificado. Já para os cerca de dez mil produtores integrados no Brasil, a capacitação vai até março de 2021 por meio dos extensionistas da empresa.

“As exigências por conformidade com as melhores práticas sustentáveis e de Compliance são componentes relevantes para a tomada de decisão dos principais players dos mercados brasileiro e global. Na JBS, tentamos liderar pelo exemplo e garantir a evolução de toda a cadeia produtiva e não apenas da Companhia”, completa Proença.

A expectativa é que sejam realizadas mais de sete mil horas de treinamento. O certificado tem validade de dois anos.