arvores grandes com folhas verdes

arvores grandes com folhas verdes

fundo parallax

Comunicação

B3 CONFIRMA JBS NO ÍNDICE CARBONO EFICIENTE

arvores grandes com folhas verdes

JBS foi mais uma vez escolhida para fazer parte da carteira do Índice Carbono Eficiente (ICO2) da B3, que leva em conta o compromisso das empresas com a gestão das emissões de gases de efeito estufa.

A edição de 2021 é a primeira a contemplar empresas pertencentes ao IBrX 100 que apresentaram formalmente seus inventários de emissões de gases de efeito estufa à B3. Anteriormente, eram convidadas apenas as empresas que faziam parte do IBrX 50, ou seja, as detentoras das 50 ações mais negociadas da bolsa.  

 JBS tem obtido importantes reconhecimentos em sustentabilidade 

A presença na carteira do Índice Carbono Eficiente (ICO2) da B3 não foi o único reconhecimento de sustentabilidade recebido pela JBS. A CDP, maior e mais respeitada plataforma global de informações corporativas de sustentabilidade, divulgou no último dia 08 de dezembro os resultados dos reportes relativos ao ano de 2019, que demonstraram que a JBS avançou em critérios avaliados, ocupando a melhor posição entre as brasileiras do setor Food, beverage & tobacco.

A empresa foi avaliada em três frentes: Mudanças Climáticas; Segurança Hídrica; e Florestas, sendo esta última dividida nas categorias Madeira, Gado e Soja. Em 2020, a JBS subiu de B para A- em Mudanças Climáticas, atingindo o nível de liderança no tema, e de B- para B em Florestas: Soja, mantendo a nota B nos demais itens analisados.

A evolução no ranking Coller FAIRR Protein Producer Index, divulgado em novembro de 2020, foi outro importante reconhecimento recente recebido pela JBS. A Companhia saltou oito posições na classificação geral (o maior entre as companhias brasileiras listadas na B3), em crescimento que demonstra claramente o compromisso da JBS em avançar em suas práticas de sustentabilidade e transparência.

“Essa é uma validação muito relevante e uma demonstração clara de que estamos trabalhando fortemente na transição para uma economia de baixo carbono, além de estarmos entregando ao mercado dados cada vez mais transparentes”, destaca Márcio Nappo, diretor de Sustentabilidade da JBS.