JBS MARCA PRESENÇA NO PAINEL CDP GLOBAL SUPPLY CHAIN SUMMIT, NOS ESTADOS UNIDOS

 

Companhia apresentou suas políticas e ferramentas que garantem a

compra responsável de matéria-prima na cadeia de carne bovina

 

O diretor de Sustentabilidade da JBS Brasil, Márcio Nappo, participou de um painel durante o CDP Global Supply Chain Summit, em Las Vegas, nos Estados Unidos, nos dias 6 e 7 de fevereiro. O CDP é uma das principais plataformas globais para o acompanhamento das políticas corporativas de sustentabilidade e gestão do tema. O evento reuniu representantes de empresas para discutir e apresentar as iniciativas que estão sendo executadas ao redor do mundo em relação às ideias, desafios e soluções das jornadas de sustentabilidade na cadeia de suprimentos.

 

O painel do qual a JBS participou discutiu a efetividade das políticas de compra de matéria-prima em áreas livres de desmatamento para reduzir o risco do negócio. A JBS falou sobre o seu sistema de monitoramento socioambiental para a compra de gado, considerado um benchmarking do setor. Também estavam representantes das empresas brasileiras Klabin, de papel e celulose, e a Bunge, que falou sobre a compra da soja, além de companhias como Johnson & Johnson, Walmart, Coca-Cola, Microsoft, Kellog, Ajinomoto e General Motors, entre outras.

 

“É importante poder comunicar de maneira clara quais são as políticas e as ferramentas da JBS para garantir a compra responsável de matéria-prima, de forma sustentável, e ao mesmo tempo entender como outras empresas globais estão gerindo sua cadeia de fornecimento sem desmatamento e promovendo o engajamento de seus fornecedores”, afirmou Nappo.

 

O CDP avalia informações sobre a cadeia de fornecedores de commodities agrícolas (soja, óleo de palma, soja, gado e madeira) em relação a políticas corporativas que previnem o desmatamento associado aos produtos. A partir dessas informações, a organização classifica as empresas em quatro categorias, segundo suas práticas.

 

A JBS já recebeu diversos reconhecimentos do CDP por suas boas práticas em todas as categorias da avaliação como uma das empresas brasileiras a apresentar resultados positivos no combate ao desmatamento, às mudanças climáticas e na gestão de recursos hídricos.