TEMPLE GRANDIN REFORÇA COMPROMISSO DA CADEIA DE PRODUÇÃO COM PRÁTICAS DE BEM-ESTAR ANIMAL

Principal referência do mundo no tema, pesquisadora promoveu diversas discussões

sobre o assunto com produtores, indústria e academia

 

São Paulo, 24 de julho de 2018 – Intensa, esclarecedora e produtiva. Essas são apenas algumas das principais características da visita da pesquisadora Temple Grandin ao Brasil, que aconteceu entre os dias 16 e 19 de julho, com o intuito de promover discussões sobre as melhores práticas de bem-estar animal na cadeia de produção de proteína animal. Reconhecida mundialmente como uma das principais referências no assunto, Temple se reuniu com mais de 1.200 pessoas no país, entre fazendeiros, produtores, profissionais do setor, especialistas, acadêmicos e jornalistas, destacando a necessidade de elevar o compromisso com o tema a um novo patamar.

 

“O bem-estar animal é uma realidade do setor produtivo de proteína animal em todo o mundo. Os animais são sensíveis e reagem a diversos fatores externos, por isso é importante oferecer a melhor qualidade de vida a eles, buscando reduzir o nível de estresse a que possam ser submetidos. Essa preocupação deve ocorrer em todo o processo produtivo, desde a criação até o abate, e as empresas precisam ter a garantia de que todos seus fornecedores seguem as mesmas práticas. Isso é ser sustentável”, explicou Temple.

 

A pesquisadora esteve no Brasil a convite da JBS, da Boehringer Ingelheim e da Tortuga®, marca da DSM, em parceria com o Grupo de Estudos e Pesquisas em Etologia (ETCO), coordenado pelo professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Jaboticabal, Mateus Paranhos, e com o Programa de Mestrado em Saúde Ambiental da FMU.

 

Agenda Brasil

O primeiro compromisso no Brasil aconteceu na fazenda Orvalho das Flores, localizada em Araguaiana (MT), de propriedade de Carmen Martins Perez, presidente do Núcleo Feminino do Agronegócio (NFA) e uma das grandes influenciadoras de bem-estar animal no Brasil. Na visita, realizada no dia 16, Temple avaliou o sistema utilizado para os procedimentos de nascimento e desmame, e compartilhou seus conhecimentos com funcionários da fazenda e demais presentes sobre as técnicas de “manejo gentil” com os bovinos.

 

No dia seguinte, Temple se reuniu com um grupo de pecuaristas e profissionais da cadeia produtiva na cidade de São Paulo, de forma a promover uma discussão sobre o assunto e compartilhar sua história de vida e trajetória no setor. No período da noite, a pesquisadora, diagnosticada ainda criança no espectro autista, encontrou-se com mais de 400 pessoas para debater sobre os cuidados com crianças e adultos com o mesmo diagnóstico. Essa troca de experiências foi um pedido da própria Temple, que orientou os pais a desenvolverem as potencialidades de seus filhos, proporcionando atividades desafiadoras às crianças.

 

Já no dia 18, Temple ministrou duas palestras durante o Workshop Temple Grandin de Bem-estar Animal sobre os temas: “O bem-estar animal e as preocupações da sociedade” e “Como os animais de produção percebem e reagem a situações estressantes”. Realizado no Teatro Gamaro, o evento ainda contou com apresentações do doutor em Administração da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Celso Funcia Lemme; do deputado federal pelo Estado de São Paulo, Ricardo Izar Junior; do diretor de Fornecimento Estratégico de Proteína Animal no Departamento de Supply Chain e Sustentabilidade do McDonald’s Corporation, Daniel Boer; do CEO da Agropecuária JD, Arnaldo Eijsink; do professor da área de bem-estar animal na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (USP), Iran José de Oliveira; e do professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Jaboticabal, Mateus Paranhos. Ao todo, mais de 600 pessoas participaram do evento.

 

Fechando sua programação no Brasil, a pesquisadora se reuniu com os principais grupos de pesquisa de bem-estar animal do país. Além de contribuir com os projetos sobre o tema que estão em desenvolvimento, Temple recebeu mais de 100 pesquisadores – entre alunos e docentes – para uma apresentação de trabalhos acadêmicos.

 

Sobre a JBS
A JBS é uma das líderes globais da indústria de alimentos e conta com cerca de 230 mil colaboradores, em mais de 20 países. A Companhia possui um portfólio de marcas reconhecidas pela excelência e pela inovação, como Friboi, Moy Park, Pilgrim’s Pride, Primo, Seara, Swift, Gold’n Plump, entre outras, que atendem 350 mil clientes de mais de 150 nacionalidades em todo o mundo. Com foco em inovação, essa diretriz se reflete também na gestão de negócios correlacionados, como couros, biodiesel, colágeno, higiene pessoal e limpeza, invólucros naturais, soluções em gestão de resíduos sólidos, embalagens metálicas e transportes. A JBS adota as melhores práticas de sustentabilidade em toda sua cadeia de valor, e monitora seus fornecedores de forma constante por meio do uso de imagens de satélite, mapas georreferenciados das fazendas e acompanhamento de dados oficiais de órgãos públicos, além de conduzir suas operações com foco na alta qualidade e na segurança dos alimentos. As melhores práticas de Bem-Estar Animal guardam estreita relação com o sucesso das operações da JBS, que trata o tema com extremo rigor e tem investido cada vez mais no aprimoramento de ações que sigam as melhores práticas de mercado.

 

JBS
Diretoria de Comunicação Corporativa
+55 11 3144-7997 | 5364 | 4996 
imprensa@jbs.com.br