SEARA APOSTA NO TRANSPORTE MARÍTIMO GARANTINDO AINDA MAIS QUALIDADE, GANHOS EM SUSTENTABILIDADE E OTIMIZAÇÃO DE CUSTOS

Sistema de cabotagem apresentou redução de 33% no custo de frete perante o modal rodoviário

 

São Paulo, 21 de dezembro de 2017 – A Seara investe em soluções logísticas e vem ampliando o transporte de alimentos via cabotagem – navegação entre portos do mesmo país – registrando recorde em quantidade de cargas transportadas por esse modal no mês de outubro: 265 contêineres embarcados perante uma média do primeiro semestre de 118 contêineres/mês – o que representa um crescimento de 125%.

 

A decisão pela cabotagem ocorreu após estudos identificarem vantagens significativas em vários aspectos em comparação com o sistema rodoviário, por exemplo. Entre as melhorias apresentadas, destaca-se: garantia da qualidade dos produtos, melhora no serviço oferecido aos clientes, otimização dos custos e menor emissão de poluentes.

 

Segundo Fabio Artifon, diretor de Logística da Seara, quando observado os ganhos em qualidade, a cabotagem garante maior controle na cadeia de frio e, por consequência, mais qualidade ao produto. “O transporte marítimo de cabotagem apresenta maior eficiência no controle da temperatura e, consequentemente, frescor dos produtos, já que o contêiner permanece conectado em fonte de energia elétrica e tem a temperatura monitorada até a chegada ao destino”, explica o executivo. Em outubro, a marca fez o lançamento da campanha “Q de Qualidade” que reforça o atributo chave dos trabalhos da Seara nos últimos anos em uma clara referência do patamar de excelência e da consolidação da marca como a referência de qualidade na indústria alimentícia.

 

Entre os benefícios verificados, estão:

 

  • Sustentabilidade: o transporte por via marítima gera menor impacto ambiental em comparação com outros modais em razão de utilizar menos combustível e por ter capacidade de transportar mais toneladas/viagem se comparado ao modal rodoviário. Segundo a ferramenta de cálculo do GHG Protocol Brasil, em média, um navio emite 15 vezes menos gases causadores do efeito estufa para conduzir um mesmo volume de carga do que um caminhão refrigerado. “O transporte marítimo apresenta diminuição na emissão de poluentes e de gases de efeito estufa, além de reduzir em aproximadamente oito vezes o consumo de combustível em relação a outros modais”, explica Artifon.

 

  • Serviço: com benefícios de redução de custos de estadia, já que os contêineres têm um tempo de estadia na retroárea do porto de destino sem custo extra, acordado com o armador, é possível cadenciar e garantir a entrega na data acordada com o cliente.

 

  • Eficiência logística: do ponto de vista financeiro, o transporte por via marítima apresentou uma redução de 33% no custo de frete perante o modal rodoviário – “O fato de reduzir a utilização de carretas nas rotas de longo percurso, atendidas pela cabotagem, contribui para o aumento da produtividade da frota rodoviária, pois os caminhões se deslocam em um raio menor e, consequentemente, conseguimos aumentar o número de embarques com uma menor necessidade de veículos, reduzindo ainda mais a emissão de CO2”, conforme destaca Miguel Anzolin, Gerente Nacional do Transporte Primário da Seara. Outra vantagem no transporte marítimo de cabotagem é a redução de acidentes, furtos e, consequentemente, gastos com escolta.

 

De acordo com informações do setor, nos últimos anos, a cabotagem vem sendo apontada como um dos modais que mais tendem a crescer na movimentação de cargas brasileira, podendo se tornar o segmento mais lucrativo para os negócios de muitas empresas. Para a Seara, essa opção pelo transporte marítimo de cabotagem frente ao rodoviário tende a ter um futuro promissor, uma vez que o Brasil é um país favorecido para a navegação pelas condições naturais de sua costa. Além disso, há uma grande concentração da população no litoral em comparação ao interior do país. Segundo o Instituto Ilos (Instituto de Logística e Supply Chain), cerca de 80% da população brasileira vive em até 200 km da costa litorânea.

 

Sobre a JBS

A JBS é uma das líderes globais da indústria de alimentos e conta com cerca de 235 mil colaboradores, em mais de 20 países. A companhia possui um portfólio de marcas reconhecidas pela excelência e pela inovação, como Doriana, Friboi, Moy Park, Pilgrim’s Pride, Primo, Seara, Swift, Gold’n Plump, entre outras, que atendem 300 mil clientes de mais de 150 nacionalidades em todo o mundo. Com foco em inovação, essa diretriz se reflete também na gestão de negócios correlacionados, como couros, biodiesel, colágeno, higiene pessoal e limpeza, invólucros naturais, soluções em gestão de resíduos sólidos, embalagens metálicas e transportes. A JBS adota as melhores práticas de sustentabilidade em toda sua cadeia de valor, e monitora seus fornecedores de forma constante por meio do uso de imagens de satélite, mapas georreferenciados das fazendas e acompanhamento de dados oficiais de órgãos público, além de conduzir suas operações com foco na alta qualidade e na segurança dos alimentos, e na preocupação com o bem-estar animal.

 

Sobre a Seara

Presente há mais de 60 anos no mercado e na mesa dos brasileiros, a Seara é a marca de produtos alimentícios do Brasil com total compromisso com a alta qualidade, e oferece um amplo portfólio nos segmentos de carnes de aves e suínos in natura, alimentos preparados e industrializados. Presente em todo o país, a Seara fornece anualmente a milhares de lares brasileiros produtos preparados para os mais diferentes tipos de paladares, entre linhas de Frango, Suínos, Empanados, Hambúrgueres, Pratos Prontos, Frios, Ingredientes e Vegetais, Pizzas, Linguiças, Salsichas e a linha especial Seara Turma da Mônica.

 

JBS

Diretoria de Comunicação Corporativa

+55 11 3144-5364 | 4996 | 7997

imprensa@jbs.com.br