TEMPLE GRANDIN VISITA UNIDADE DA JBS EM CAMPO GRANDE

Agenda inclui palestra da pesquisadora sobre o tema para os colaboradores que atuam na planta sul-matogrossense; Em 2018, a JBS investiu R$88,2 milhões em bem-estar animal em escala global


São Paulo, 27 de setembro de 2019 – Uma das maiores referências em bem-estar animal em todo o mundo, a pesquisadora Temple Grandin visitará o Brasil a convite da MSD Saúde Animal neste mês de setembro. O roteiro inclui uma visita à unidade 2 da JBS em Campo Grande (MS), quando Temple conhecerá as práticas de manejo adotadas pela Companhia, além das instalações da planta da Friboi no município, que possui um curral construído em formato de espinha de peixe, desenvolvido com base em um estudo sobre o comportamento dos bovinos, o que facilita o trabalho dos colaboradores com os animais.

 

A agenda ainda inclui uma palestra sobre a importância do assunto para o time de profissionais que atua na fábrica. Uma técnica desenvolvida por Temple é o chamado “manejo racional”, que engloba práticas desenvolvidas com base científica e com o objetivo de favorecer questões ligadas à saúde, às emoções e ao comportamento natural do animal para que ele atinja os melhores índices de qualidade de vida. As práticas por ela difundidas fazem parte dos objetivos da MSD Saúde Animal, dentro do Programa Criando Conexões, que resultam em respostas positivas e mais produtivas para os animais.

 

A programação de Temple Grandin na planta da JBS em Campo Grande reforça o compromisso da Companhia com o tema em escala global. Somente no ano passado, a JBS investiu R$ 88,2 milhões para aprimorar as suas práticas relacionadas a bem-estar animal em todas as suas operações, que seguem políticas e técnicas de manejo que têm como fundamento o atendimento aos princípios do abate humanitário.

 

Para gerenciar o tema, em todas as suas unidades de negócios, a JBS também conta com equipes multidisciplinares especializadas em cada tipo de proteína. Os times passam por constante aprimoramento e são responsáveis por garantir que as políticas e procedimentos exigidos pelos programas de bem-estar animal estão sendo implementados e seguidos corretamente em todos os momentos. Desde 2014, a Friboi monitora, diariamente com o auxílio de câmeras, todas as suas instalações quanto à conformidade com seu sistema de gerenciamento de bem-estar animal.

 

Auditorias e treinamentos

 

De forma a garantir que todas as diretrizes sejam seguidas, o que inclui treinamentos para colaboradores e fornecedores, a Companhia realiza auditorias internas periódicas, painéis de metas, campanhas anuais, verificação da necessidade de investimentos e ajustes de processos para melhoria contínua. Em 2018, por exemplo, mais de 13,3 mil colaboradores e produtores participaram desses treinamentos em todo o mundo.

 

Além disso, em 2019, a Friboi contratou duas empresas especializadas, que passaram por todas as suas unidades de processamento para conduzir treinamentos sobre comportamento animal e boas práticas de manejo desde o embarque nas propriedades rurais até o abate na unidade produtiva. Os módulos foram apresentados para colaboradores e motoristas boiadeiros próprios e terceiros.

 

A Friboi ainda conta com uma frota boiadeira própria que é renovada a cada três anos por veículos mais modernos que oferecem melhores condições de direção e acomodação dos animais, diminuindo o estresse natural do transporte. As novas carretas possuem elevador hidráulico, o que torna a entrada e saída dos animais mais organizada, segura e ágil. Além disso, foram desenvolvidas para gerar menos ruídos e garantir melhor ventilação, o que proporciona maior conforto para o gado.

 

Atualmente, cerca de 50% do transporte de bovinos da JBS no Brasil é realizado por frota boiadeira própria, que conta com um sistema de telemetria, rastreamento e monitoramento próprio, que permite, por exemplo, rastrear os veículos e a sua velocidade em todo o trajeto. Dessa forma, é possível gerar indicadores sobre o comportamento de direção dos motoristas, como: aceleração, freadas e manobras bruscas, além de sensores de bloqueio de segurança dos equipamentos.

 

Contribuição para a indústria de alimentos

Em linha com os avanços para a indústria mundial de alimentos, foi inaugurado em abril deste ano o JBS Global Food Innovation Center, no campus da Colorado State University (CSU), no estado do Colorado, nos Estados Unidos, que proporciona avanços no estudo e na pesquisa de diversas práticas, como de bem-estar e manejo animal.

 

No projeto, a JBS contribuiu com R$ 45,6 milhões, em uma parceria que teve início em 2017. No centro, os estudantes da universidade têm a oportunidade de colocar em prática os ensinamentos aprendidos em sala de aula, como acontece no espaço desenhado por Temple Grandin para propiciar um estudo interativo do tema.

 

Este será o terceiro ano consecutivo que Temple Grandin virá ao Brasil. Em 2017, a JBS participou do evento “Na Fazenda com Temple Grandin”, em Pirassununga (SP), quando a pesquisadora avaliou o funcionamento de uma carreta boiadeira da Companhia. Já em 2018, a convite da JBS e outros parceiros, Temple visitou uma fazenda fornecedora da Companhia em Mato Grosso e ministrou um workshop sobre bem-estar animal para centenas de participantes em São Paulo, entre produtores, profissionais do setor, especialistas e acadêmicos.