JBS NO LANÇAMENTO DE ESTUDO SOBRE PECUÁRIA SUSTENTÁVEL NA AMAZÔNIA

O trabalho organizado pela Universidade de Wageningen, pela ONG Solidaridad

e pelo Grupo do Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS)

 

São Paulo, 30 de maio de 2019 – O diretor de Sustentabilidade da JBS, Márcio Nappo, participou, dia 28, em São Paulo, do lançamento do estudo “Os pequenos grandes: desafios da pecuária de cria sustentável na Amazônia e o potencial dos Núcleos de Inovação e Aprendizagem”. O trabalho foi financiado pelo governo holandês, com apoio da Embrapa e organizado pela Universidade de Wageningen, pela ONG Solidaridad e pelo Grupo do Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS).

 

Segundo Nappo, a iniciativa é importante, pois o país carece de estudos sérios sobre a pecuária na Amazônia. “O estudo consolida e confirma algumas tendências importantes para o cenário da pecuária como, por exemplo, a questão da redução do desmatamento associado ao aumento da produtividade, a diversificação econômica das propriedades, consorciando a criação de gado com outras culturas como grãos e cacau e a abordagem territorial, a partir da visão de clusters produtivos para fomentar o engajamento de vários produtores e empresas, ao mesmo tempo, em torno de uma agenda de trabalho”, disse.

 

O trabalho analisou os desafios e a viabilidade operacional, técnica e institucional para a reprodução em escala de boas práticas agropecuárias de baixo carbono aplicadas à pequenos produtores de bezerros na Amazônia. O estudo também propõe como estratégia a implementação de Núcleos de Inovação e Aprendizagem (NIA) voltados à adoção de modelos de produção sustentável direcionados à pecuária de cria de pequena escala na Amazônia. O estudo está disponível no link: https://pecuariadecriasustentavel.wordpress.com/ospequenos-grandes

 

Nappo destacou a experiência da JBS com os pequenos produtores em São Miguel do Guaporé, em Rondônia. “A empresa possui um projeto social com cerca de 200 produtores familiares, que fornecem matéria-prima para as unidades de negócio da JBS. Prestamos assistência técnica de produção e de sustentabilidade para estes produtores, de forma contínua. Essa é uma agenda de transformação social, que melhora a vida das pessoas e renda das famílias.”, afirma.

 

Além do diretor de Sustentabilidade da JBS, participaram também da mesa redonda, que discutiu o estudo, Daniela Mariuzzo, diretora-executiva do Instituto IDH no Brasil; Joyce Brandão, gerente de Programas de Cadeias de Produção Sustentável da ONG Solidaridad no Brasil, e Marcelo Stabile, pesquisador do Ipam (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia).

 

 

Sobre a JBS
A JBS é uma das líderes globais da indústria de alimentos e conta com cerca de 230 mil colaboradores, em 15 países. A Companhia possui um portfólio de marcas reconhecidas pela excelência e pela inovação, como Friboi, Moy Park, Pilgrim’s Pride, Primo, Seara, Swift, Gold’n Plump, entre outras, que atendem cerca de 275 mil clientes de mais de 150 nacionalidades em todo o mundo. Com foco em inovação, essa diretriz se reflete também na gestão de negócios correlacionados, como couros, biodiesel, colágeno, higiene pessoal e limpeza, invólucros naturais, soluções em gestão de resíduos sólidos, embalagens metálicas e transportes. A JBS adota as melhores práticas de sustentabilidade em toda sua cadeia de valor, e monitora seus fornecedores de forma constante por meio do uso de imagens de satélite, mapas georreferenciados das fazendas e acompanhamento de dados oficiais de órgãos públicos, além de conduzir suas operações com foco na alta qualidade e na segurança dos alimentos. As melhores práticas de Bem-Estar Animal guardam estreita relação com o sucesso das operações da JBS, que trata o tema com extremo rigor e tem investido cada vez mais no aprimoramento de ações que sigam as melhores práticas de mercado.

 

JBS
Diretoria de Comunicação Corporativa
+55 11 3144-7997 | 5364 | 4996 
imprensa@jbs.com.br