fundo parallax

Comunicação

JBS inicia obras de saneamento básico nas aldeias indígenas de Água Amarela e Olaria (SC)

Doações da empresa foram destinadas à construção de banheiros nas comunidades e à expansão do posto de saúde na aldeia de Ipuaçu

Santa Catarina, 11 de setembro de 2020 – Nesta quinta-feira (10), a JBS iniciou obras de saneamento básico em duas aldeias indígenas, localizadas em Chapecó (Água Amarela) e Ipuaçu (Olaria), no Oeste Catarinense. As comunidades foram contempladas com a construção de novos banheiros em alvenaria, doados pela empresa por meio do seu programa de responsabilidade social “Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade”.

A Companhia empenhou mais de R$ 230 mil para a construção de um espaço de 25m² em cada aldeia, que inclui sanitário e chuveiro elétrico privativo, além de duas pias lavatório em área externa. Em Ipuaçu, as melhorias ainda incluem a ampliação do posto de saúde localizado dentro da área indígena, com a construção de uma sala de espera e um banheiro.

“A JBS estruturou um programa dedicado a apoiar o país no enfrentamento à pandemia. E como empresa cidadã, as doações da JBS a essas comunidades deixarão um legado importante à população da região e estamos muito orgulhosos disso”, ressalta Rafael Müller, gerente industrial da unidade da JBS em Seara (SC), município próximo às aldeias indígenas.

Chapecó e Ipuaçu são dois dos 280 municípios beneficiados pelo programa no Brasil. Em Santa Catarina, a JBS fará a doação de R$ 28 milhões, sendo R$ 10 milhões para o Estado e R$ 18 milhões para 35 cidades catarinenses, beneficiando cerca de 3,5 milhões de pessoas.

“Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade”

Os R$ 400 milhões doados pela JBS contra a pandemia no Brasil estão sendo aplicados nas três frentes de atuação do programa – saúde, assistência social e ciência. A estimativa é que mais de 76 milhões de pessoas sejam beneficiadas com as ações.

A alocação dos recursos considera um diagnóstico feito com sistemas de saúde municipais e estaduais e incluiu entrevistas e análise de dados. Essas informações foram avaliadas por especialistas dos três comitês independentes do programa da JBS nas áreas de saúde, social e ciência e que, com larga experiência em seus respectivos setores de atuação, apoiaram na definição das ações e projetos atendidos.

Saiba mais sobre o programa no site jbs.com.br/fazerobemfazbem. 

Sobre a JBS

A JBS é uma das líderes globais da indústria de alimentos e conta com uma plataforma global de produção diversificada por geografia e por tipos de proteína. A Companhia conta com mais de 240 mil colaboradores, em unidades de produção ou escritórios em todos os continentes, em países como Brasil, Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, China, entre outros – no Brasil são mais de 130 mil colaboradores, sendo a empresa uma das maiores empregadoras privadas do país.

No mundo todo, a JBS oferece um amplo portfólio de marcas reconhecidas pela excelência e inovação: Friboi, Moy Park, Pilgrim’s Pride, Primo, Seara, Swift, Gold’n Plump, entre outras. São mais de 275 mil clientes atendidos em todo o mundo, de 190 nacionalidades. Com foco em inovação, essa diretriz se reflete também na gestão de negócios correlacionados, como couros, biodiesel, colágeno, higiene pessoal e limpeza, envoltórios naturais, soluções em gestão de resíduos sólidos, reciclagem, embalagens metálicas e transportes.

A Companhia conduz suas operações com foco na alta qualidade e na segurança dos alimentos e adota as melhores práticas de sustentabilidade em toda sua cadeia de valor. Por meio do uso de imagens de satélite, mapas georreferenciados e dados públicos oficiais, a JBS monitora seus fornecedores de forma permanente. As melhores práticas de Bem-Estar Animal guardam estreita relação com o sucesso das operações da JBS, que trata o tema com extremo rigor e tem investido cada vez mais no aprimoramento de ações que sigam as melhores práticas de mercado.