fundo parallax

Comunicação

Friboi: precocidade é destaque em etapa do Circuito Nelore em Pedra Preta (MT)

Evento foi realizado na unidade da localizada no município

, 28 de agosto de 2020 (MT) recebeu a 15ª Etapa do Circuito de Qualidade 2020 na unidade da . Os pecuaristas participantes levaram 546 animais para avaliação de carcaças, sendo 382 machos e 164 fêmeas, informa a Associação dos Criadores de do Brasil (ACNB), que promoveu a etapa em parceria com a Associação dos Criadores de do (ACNMT). O Circuito tem apoio da e Matsuda Sementes e Nutrição Animal.

Entre os machos avaliados nesta etapa, o destaque foi a precocidade, sendo 92% animais tinham até dois dentes incisivos permanentes (em torno de dois anos de idade). Além disso, 61% dos animais pesaram mais de 18 arrobas – a média geral foi de 19,2 arrobas.

O Melhor Lote de Carcaças de Machos, conquistando a Medalha de Ouro, foi da Fazenda São Marcelo/Fazenda Mathovy (Tangará da Serra/MT), que também venceu a etapa do Circuito de Diamantino (MT). A Medalha de Prata ficou com Tiago Eustáquio Ribeiro de Resende, da Fazenda São Dimas (/MT), enquanto o Bronze foi para Gilberto de Vitto, da Fazenda Três Barras (Poxoréu/MT).

Nas avaliações das fêmeas, 83,5% dos animais apresentaram até dois dentes incisivos permanentes (em torno de dois anos de idade). O destaque foi no peso: a média geral alcançou 16,6 arrobas. Em relação ao acabamento, 57% das fêmeas tinham cobertura de gordura mediana ou uniforme.

O Melhor Lote de Carcaças de Fêmeas foi apresentado por Rosário Pegorer, da Fazenda São José do Barreiro (Poxoréu/MT). “Com o consumidor cada vez mais exigente, nossa preocupação é sempre investir na produção de carne de qualidade, pois quanto maior for esse padrão, mais ela será valorizada. No Circuito temos o feedback de como está nossa produção diante das exigências do mercado. Essas iniciativas são muito importantes e precisam ser cada vez mais estimuladas”, diz  Eduardo Pegorer, gerente da Fazenda São José do Barreiro.

A Medalha de Prata das fêmeas ficou com Guilherme Augusto Leal Basaglia, da Fazenda do Prata II (Rondonópolis/MT), e o Bronze foi para Getúlio Gonçalves Viana, da Estância Alvorada (Poxoréu/MT).

Adauto Vedovelli, responsável pela compra de gado na em , destaca a participação em peso dos pecuaristas na etapa. “O que chama atenção nas avaliações é a conformação dos animais, com ótimo peso, apesar de jovens. Isso é certeza de manejo bem feito, apresentando ao mercado produtos com alto valor agregado”, destaca Vedovelli.

 

Circuito de Qualidade

Realizado pela Associação dos Criadores de do Brasil, o Circuito de Qualidade fortalece e promove a genética e a carne da raça, contribuindo para elevar a produtividade da pecuária nacional. A iniciativa avalia resultados obtidos pelos produtores, cada qual em sua realidade e sistema de produção.

Promovido desde 1999, o Circuito conta com apoio da e Matsuda Sementes e Nutrição Animal, e cresce a cada ano. Em 2020, estão previstas a realização de 40 etapas em 11 estados. Até o fim do ano, 25 mil animais devem ser avaliados, consolidando o Circuito Nacional de Qualidade como o maior campeonato de avaliação de carcaças de bovinos do mundo.

Mais informações: www.nelore.org.br/circuitonelore.

 

Sobre a

Com mais de quatro décadas de história, a – unidade de negócios de carne bovina da JBS – revolucionou o mercado ao descomoditizar a carne bovina brasileira e construir uma marca referência no mercado.  A empresa mantém algumas das marcas de carne bovina mais reconhecidas do Brasil, com um amplo portfólio de produtos, composto pela homônima e líder de mercado , Maturatta , Do Chef , Reserva , 1953 e Swift Black, que atendem a diversos públicos. Com foco na garantia de origem, na qualidade e na segurança do alimento entregue ao consumidor, desde o bem-estar animal até a entrega do produto final, a Companhia adota as melhores práticas de sustentabilidade em toda sua cadeia de valor, e monitora seus fornecedores de gado de forma constante por meio do uso de imagens de satélite, mapas georreferenciados das fazendas e acompanhamento de dados oficiais de órgãos públicos. A está presente em mais de 150 países e, atualmente, conta com 37 unidades produtivas em todo o Brasil.


Conteúdos relacionados: