JBS DIVULGA RELATÓRIO ANUAL E DE SUSTENTABILIDADE 2018

 

A JBS divulgou neste mês o seu Relatório Anual e de Sustentabilidade 2018. O documento, que é uma ferramenta de transparência da Companhia, traz a prestação de contas do ano passado, com informações sobre o desempenho econômico, social e ambiental, e detalha as boas práticas de gestão, governança, ética e compliance, além da estrutura dos seus negócios no período.

 

A publicação foi dividida em quatro capítulos: Nosso Negócio, que apresenta o modelo de gestão, governança, ética e compliance, gestão de risco e criação de valor da Companhia; Nossa Gente, que se dedica ao relacionamento da empresa com seus colaboradores e com as comunidades próximas aos seus empreendimentos; Nossa Sustentabilidade, que apresenta a gestão e os resultados dos cinco temas prioritários para sustentabilidade nos negócios da Companhia: saúde e segurança dos colaboradores, bem-estar animal, gestão da água, integridade dos produtos e mudanças climáticas; e Nosso Desempenho, que apresenta o resultado econômico e as premiações obtidas pela JBS em 2018.

 

Ao trazer os números e as realizações da JBS em 2018, o relatório demonstra o quão positivo foi o ano para a JBS. Foram investidos mais de R$ 900 milhões em segurança dos colaboradores, qualidade e segurança dos alimentos, projetos de eficiência energética, aprimoramento das práticas de bem-estar animal, tratamento de efluentes e gestão e reuso de água nas unidades da empresa espalhadas por todo o mundo, entre outros.

 

Dentro do programa “Faça sempre o Certo”, da Diretoria Global de Compliance, a Companhia atingiu a importante marca de 99% dos colaboradores treinados em temas como ética e compliance.

 

Entre outras realizações no ano, a JBS criou a Equipe Global de Inovação (GIT – Global Innovation Team), com o objetivo de ampliar o compartilhamento de informação e o intercâmbio entre países, além de criar plataformas globais que favoreçam práticas inovadoras.

 

O Relatório Anual inclui, ainda, uma ampla visão da estratégia da empresa, que apresentou mais um ano de resultados operacionais sólidos, novamente um dos melhores da sua história, com receita líquida de R$ 181 bilhões, além de outros números que indicam forte geração de valor para seus stakeholders.

 

O relatório foi preparado seguindo diretrizes universais padronizadas, propostas pela Global Reporting Initiative (GRI) e com exposição de demonstrações contábeis que seguem as normas de relatório financeiro (IFRS) emitidas pelo International Accounting Standards Board (IASB) e que foram auditadas pela consultoria Grant Thornton Auditores Independentes, reconhecida internacionalmente.